foto-logo-radio Radio Aparecida FM 105,9 ligue 3236 1018 / 991157718

Ouça agora na Rádio

Ouça agora

Tiago Nunes abre possibilidade de usar Rafinha fora da lateral no Grêmio: “Precisa ser testado”

Postado em 26/04/2021 por

Compartilhe Agora!

Técnico responde sobre escalar Vanderson e Rafinha juntos e cita experiência do ex-Flamengo

A contratação de Rafinha gerou dúvidas sobre o aproveitamento do jovem Vanderson na lateral direita do Grêmio. Pois o técnico Tiago Nunes pode resolver essa situação com uma adaptação. Logo após a estreia, o comandante deixou aberta a possibilidade de escalar ambos juntos, com Rafinha mais avançado.

Após a vitória por 3 a 2 sobre o Ypiranga, quando Rafinha substituiu Vanderson, o treinador foi perguntado sobre a possibilidade de usar o lateral em outra função. Citou as experiências no Bayern de Munique como um precedente para testá-lo no meio-campo em treinamentos.

— É uma boa possibilidade, o Rafinha já jogou assim em outras equipes, no Bayern. Já jogou por fora, por dentro, tem experiência e qualidade para isso. Pode ser uma boa opção, mas que precisa ser testada também nos treinamentos e nos jogos — comentou Tiago.

Atualmente, o Grêmio não conta com Alisson, que é o titular da ponta direita e ficará afastado por dois meses por conta de lesão. Além disso, Rafinha também poderia jogar por dentro, como volante, conforme as palavras do treinador.

No Flamengo, Rafinha foi escalado por Jorge Jesus mais avançado, na ponta direita, na derrota para o Emelec, pela Libertadores. Mas se firmou no time como lateral. Na Alemanha, jogou seguidamente em outras funções.

A disputa com Vanderson, que vive bom momento desde sua ascensão para o grupo profissional, foi um dos argumentos dados pela diretoria para priorizar outras contratações e descartar Rafinha inicialmente. Mas depois houve o entendimento que o lateral poderia agregar ao elenco.

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.