Second slide
Radio Aparecida FM 105,9 ligue 3236 1018 / 991157718
public Notícia
Home/ Notícia
public Notícia

Policial preso por embriaguez ao volante após acidente com morte em rua de Curitiba dirigia a 113 km/h, aponta laudo

Documento foi feito pelos peritos com base em imagens de câmeras de segurança. Limite para o trecho é de 60 km/h. Motociclista morreu na batida, que aconteceu no dia 23 de abril.

Um laudo feito pela Polícia Científica apontou que um policial que se envolveu em um acidente com morte em Curitiba, no dia 23 de abril, dirigia a 113 km/h em uma rua da capital do Paraná. O agente estava de folga e foi preso por embriaguez ao volante.

A batida entre o carro e uma moto ocorreu entre as Ruas Senador Accioly Filho e Arthur Martins Franco, na Cidade Industrial de Curitiba (CIC). À época, o entregador de pizza Daniel Pereira Silva morreu após o acidente.

O limite de velocidade no trecho é de 60 km/h. O documento foi feito pelos peritos com base em imagens de câmeras de segurança. O carro era dirigido por Jasiel Rocha Pereira, policial militar lotado no Batalhão de Polícia Montada.

No relatório de investigação, as quatro mulheres que estavam de carona com o motorista afirmaram que o policial estava em alta velocidade.

Todos estavam numa festa de aniversário em um bar que fica no bairro Batel e seguiam para outro ponto de Curitiba para continuar as comemorações, segundo as investigações.

As jovens disseram ainda que, ao sair do bar, o policial levou uma garrafa de uísque. Durante o trajeto, tanto o motorista quando as mulheres beberam a bebida, segundo o relato.

A investigação aponta ainda que o motorista já tinha trafegado na contramão em ruas próximas, antes do acidente.

O Regimento de Polícia Montada informa que o policial militar continua preso e à disposição do processo.

G1 entrou em contato com a defesa de Jasiel Rocha Pereira e aguarda retorno.

O caso

Segundo a Policia Militar (PM), o policial não respeitou as placas de sinalização e cruzou a preferencial. Com o impacto da batida, a moto foi arrastada por cerca de 20 metros.

O militar se recusou a fazer o teste do bafômetro no local, segundo a polícia, mas mesmo assim foi preso em flagrante e levado à Delegacia de Delitos de Trânsito.

A Polícia Civil informou que o PM apresentou sinais de embriaguez e foi autuado por homicídio doloso qualificado pela impossibilidade de defesa da vítima e embriaguez ao volante.

Junto com ele no carro estavam quatro mulheres, nenhuma delas se feriu.

Daniel Pereira Silva tinha 27 anos. Ele trabalhava como caminhoneiro durante o dia e entregava pizza pela noite. O rapaz deixou esposa e uma filha de 11 anos.

Daniel Pereira Silva morreu após ser atingido por carro dirigido por policial militar, em Curitiba — Foto: Arquivo da família/Divulgação

Fonte: g1

  • message
    Postado por
    Guia Serranópolis
  • today
    Data
    03/05/2021
  • folder
    Categoria
    Locais/Regionais
  • code
    Feito por
    Sistema Plug

Deixe uma resposta

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados

Copyright © 2021 Sistema Plug Todos os direitos reservados
Desenvolvimento Web Plug | J.S
Copyright © 2021 | Sistema Plug
Desenvolvido | Web Plug